Daily Archives: 20/02/2015

Cascalheira, ASL Tomé, 100% Syrah, Setúbal, 2013

garrafa

Hoje vamos conhecer um Syrah feito em Pinhal Novo desde 2008, e com grande sucesso. Todo ele comercializado na zona e arredores, em termos de restauração, sem nunca considerar o resto do país ou a exportação.

O Cascalheira Syrah é um vinho de taninos envolventes, macios e maduros, com fruta bem madura, de que resulta um vinho suave e encorpado.

A vinificação foi feita em cubas de inox após um desengace completo, onde terminou a fermentação alcoólica com temperatura controlada, depois de maceração prolongada.

Seguiu-se um curto estágio de 3 meses em Carvalho Francês. Apresenta cor intensa, notas de fruta preta, acidez marcante e final longo. Aroma limpo. Na boca apresenta boa estrutura e boa persistência. Possui uma graduação alcoólica de 14,5%.

É um Syrah novíssimo. Foi engarrafado já este mês de Fevereiro. E foi graças à gentileza do produtor, que ao enviar-nos duas garrafas para serem por serem por nós degustadas nos permitiu estar aqui a falar desta novidade em primeira mão.

vinha

Desde 2008, data da primeira safra, a A.S.L. Tomé, iniciais de Américo Sousa Lopes, já fez 5 safras que variam entre os 4000 litros e os 5000. No ano de 2010 atingiu-se o pico de 6000 litros de Syrah. Esta última safra tem 3000 litros. Apesar desta diminuição o produtor Carlos Branco garantiu-nos que o monocasta Syrah é para continuar. E isso é sempre uma boa notícia. Cada garrafa é vendida à porta da adega a 3,5 euros, preço que sobe quando o syrah é vendido na restauração da zona. A este tema disse-nos Carlos Branco: “A nossa preocupação sempre foi a de produzir um Syrah ao nível dos Syrah de topo que se fazem na Península de Setúbal, mas a um preço muito mais contido, com o intuito de obter uma relação Qualidade/Preço benéfica para o consumidor. Conseguimos fixar o preço final em 3,50€ cada garrafa e não pensamos alterar o preço nos próximos anos.”

A Firma ASL-Tomé, Sociedade Vinícola, Lda. é uma das empresas mais antigas de Pinhal Novo.

A propriedade onde se encontra situada a sede da A.S.L.-Tomé, Sociedade Vinícola, Lda., foi pertença dos antepassados dos actuais proprietários e vem sendo herdada sucessivamente há, pelo menos, cinco gerações da mesma família.

Contudo, foi dividida ao meio há cerca de 60 anos, por ocasião de partilhas feitas na altura. Na outra metade situa-se agora um conhecido hipermercado.

É composta por uma parte agrícola (vinha e outras plantações, nomeadamente três pomares e uma horta) e por uma parte composta por escritórios, adegas, lagares e cubas de vinificação, etc.

cubas

A firma possui ainda mais sete propriedades situadas no concelho de Palmela, estas destinadas exclusivamente à cultura de vinhas.

A propriedade em Pinhal Novo onde está instalada a sede ocupa, na totalidade, cerca de 5,5 hectares, sendo o espaço ocupado pela vinha de cerca de 4,5 hectares. A adega actual foi construída em 1947, substituindo uma outra que já existia no local desde fins do século XIX. A firma A S L – Tomé, Sociedade Vinícola, Lda. foi constituída em 1992, embora esta constituição tenha sido apenas uma mudança de nome e uma actualização do capital social e das partes integrantes da sociedade, da qual passaram a fazer parte a última geração da família. A designação anterior era Américo de Sousa Lopes & Herdeiros e começou a funcionar em 1953, produzindo vinho e fazendo a sua distribuição, principalmente na região da Grande Lisboa, distrito de Setúbal , Alentejo e Algarve. Na altura, imperava a venda a barril, além da venda directa, a quem se deslocasse à adega. Havia ainda criação de gado, o que deixou de acontecer há cerca de 20 anos atrás.

Hoje, a venda traduz-se principalmente em vinho engarrafado, embora ainda subsista a venda de vinho em barril (a granel) em muitas das tabernas do distrito de Setúbal.

taberna

Recentemente, a firma passou a fazer parte da Rota das Adegas da Península de Setúbal, tendo para o efeito recuperado uma casa de lagares antiga, onde decorrem com frequência eventos de cariz cultural (concertos, workshops), provas de vinhos, festas temáticas e conferências, havendo ainda uma galeria para exposição de pintura e fotografia.

Se é verdade que “Enólogo é aquele que, diante do vinho, toma decisões. Enófilo é aquele que, diante de decisões, toma vinho” confidenciemos a seguinte decisão:
o aspecto mais positivo que podemos destacar em relação ao Cascalheira Syrah 2013 é que tem muitas potencialidades para evoluir no tempo.
Como o preço é bastante acessível talvez seja uma boa solução comprá-lo agora em quantidade para o beber daqui a mais uns anos.
Que tal?

Classificação: 15/20                                           Preço: 3,50€

ft