Carmim Syrah e Monsaraz Syrah, CARMIM – Cooperativa Agrícola de Reguengos de Monsaraz, 100% Syrah, Alentejo, 2011

syrah_garrafas

Estamos no Alentejo profundo, não para falar de um syrah, mas de dois. E não fazemos a coisa por menos! Estando nós no Alentejo obviamente que os syrah que vos vamos apresentar não são de fraca qualidade, na realidade nenhum é, muito pelo contrário!

São os dois da Cooperativa Agrícola de Reguengos de Monsaraz, uma terra genial que nos deu, nestas duas décadas de syrah em Portugal, vários syrah verdadeiramente exuberantes. São os dois do mesmo ano mas são diferentes. Apesar da qualidade do Monsaraz syrah, a nossa preferência foi para o Carmim syrah apesar deste até ser mais barato (boa notícia para o consumidor!)

As notas de prova do Monsaraz Syrah dizem-nos que se “apresenta-se com uma cor rubi, com aromas de fruta preta madura e algumas notas de baunilha, coco e chocolate, em boca é amplo, fresco com taninos firmes e um final de prova prolongado.”  Tem 14% de graduação alcoólica.

As notas de prova do Carmim Syrah dizem-nos que “se apresenta de cor rubi carregado, aroma de frutos vermelhos, com notas de especiarias e café. Na boca é encorpado, macio, equilibrado com um final de prova prolongado.” Tem 14,5% de graduação alcoólica.

A CARMIM – Cooperativa Agrícola de Reguengos de Monsaraz – foi criada em 1971 por um grupo de 60 viticultores. Trinta e sete anos depois, a qualidade dos vinhos CARMIM impõe-se aos apreciadores.

adega_2

A CARMIM possui actualmente cerca de mil associados e produz 24 referências de vinhos dos brancos aos tintos, dos jovens aos reservas, passando pelos licorosos, rosé ou espumantes. A CARMIM também produz aguardente e azeites de reconhecida qualidade.

Os vinhos da CARMIM já foram distinguidos com mais de duzentos e cinquenta prémios em vários concursos nacionais e internacionais. Recentemente o Espumante Monsaraz, uma das novidades mais recentes da empresa, foi galardoado com o Prémio Nacional Embalagem Alimentar e Bebidas 2007, atribuído pela Alimentaria Lisboa 2007 pela sua incorporação de linguagem Braille no rótulo.

A qualidade da matéria-prima, oriunda de uma região de denominação de origem, é uma das mais-valias desta Cooperativa; a par do capital humano e de um complexo agro-industrial de 80.000m2 dotado da mais alta tecnologia. Existe uma capacidade de recepção de um milhão e duzentos mil quilos de uva por dia, engarrafamento de quinze mil garrafas por hora e armazenamento até trinta e dois milhões de litros, o que transforma a CARMIM na maior adega do Alentejo e numa das maiores do País!

As fortíssimas taxas de investimento verificadas nos últimos anos traduzem o grande esforço de investimento efectuado na CARMIM, nomeadamente em termos de modernização tecnológica da adega, mostrando claramente que esta tem sido uma prioridade estratégica nas políticas seguidas pelas últimas Direcções. Com um dos mais modernos parques agro-industriais do país, localizado no coração de uma importante sub-região vitivinícola do Alentejo, esta empresa representa não só uma contribuição efectiva para o Produto Interno Bruto do País, através de uma elevada taxa de Valor Acrescentado Bruto, como também um dos principais motores de desenvolvimento sócio-económico da região, potenciando o aproveitamento e atracção de novas possibilidades no domínio do turismo.

Por outro lado, a produção de azeite, o enoturismo e a internacionalização dos seus vinhos são áreas prioritárias e nas quais a empresa tem investido e vai continuar a investir.

A CARMIM detém 7 marcas, todas elas já bem conhecidas do grande público, de onde se destacam Terras D’El Rei, Reguengos DOC e Monsaraz DOC.

adega

O vinho Monsaraz tinto passou, aliás, a estar incluído na oferta a bordo dos aviões da TAP e nos lounges e salas VIP dos aeroportos nacionais. Fruto de uma parceria entre a companhia aérea nacional e a Cooperativa, a marca Monsaraz tinto está presente em todos os percursos TAP, na sua classe turística. Em terra ou no ar, o vinho Monsaraz é mais um cartão de visita da transportadora aérea nacional, levando os sabores e aromas do Alentejo aos milhares de passageiros da TAP.

CARMIM é a principal empresa do concelho de Reguengos de Monsaraz e um dos principais motores de desenvolvimento económico-social da região, assegurando o bem estar e a qualidade de vida dos associados e respectivas famílias.

O sucesso da CARMIM é, acima de tudo, o sucesso dos seus associados e é desta relação que resulta a forte dimensão social que a empresa representa para a região. Com o advento de Alqueva, o concelho de Reguengos de Monsaraz tem sido alvo de uma reestruturação profunda a nível de infra-estruturas turísticas, com o aparecimento de empresas de agro-turismo e operadores turísticos.

A área geográfica da sub-região vitivinícola de Reguengos abrange todas as freguesias do município de Reguengos de Monsaraz, que são, Reguengos, Corval, Monsaraz, Campo e Campinho e ainda parte das freguesias de Montoito e S. Vicente do Pigeiro de municípios limítrofes. A topografia de uma maneira geral é de encosta ligeira e planície e a exposição dominante das vinhas é sul.

Quanto às castas tintas a Carmim produz a Trincadeira e a Aragonez;  A Castelão, a Moreto, a Alicante Bouschet, a Carignan, a Syrah naturalmente, a Tinta Caiada, a Cabernet Sauvignon, a Alfrocheiro e a Touriga Nacional.

Nas castas brancas a Síria, a Rabo de Ovelha, a Diagalves, a Manteúdo, a Perrum, a Antão Vaz, a Arinto, o Alvarinho, o Gouveio e a Fernão Pires.

uvas

Dos cerca de 3.600 ha de vinha cadastrada, mais de 85% são em cultura extreme, havendo o cuidado de distribuir as castas por talhões, o que permite a optimização das vindimas no que respeita à maturação. A área existente é constituída por 79% de castas tintas e 21% de castas brancas.

A exportação representa 7% do volume de vendas total, em quantidade e em valor, e existem acordos de parceria celebrados com 34 distribuidores internacionais, espalhados por países como Alemanha, Bélgica, Espanha, França, Holanda, Inglaterra, Irlanda, Luxemburgo, Noruega, Polónia, República Checa, Suiça, Angola, Cabo Verde, Moçambique, Canadá, E.U.A., Brasil, Venezuela, Índia, Japão, Macau, Austrália.

Já Rabelais, no século XV, escrevia que “O syrah alegra o coração do homem. Jamais homem nobre odiou o syrah”.
Estes exemplos de syrah servem este propósito com toda a nobreza… dissemos, tendo dito!

Carmim Syrah

Classificação: 16/20                            Preço: 8,99€

ft_carmim

Monsaraz Syrah

Classificação: 15/20                       Preço: 12,00€

ft_monsaraz


 

Leave a Reply