Daily Archives: 30/04/2015

Bonifácio, António Francisco Bonifácio e Filhos, Lda., 100% Syrah, Lisboa, 2009

garrafa_bonifacio

Na região vitivinícola de Lisboa estamos hoje em presença de um syrah elegante e aromático, que pode servir muito bem de aperitivo para uma longa refeição. Eis então o Bonifácio, 100% syrah, da António Francisco Bonifácio e Filhos, Lda.,  que, como se percebe, é uma empresa familiar.

Elegância parece ser a palavra chave para designar este syrah que tem uma relação qualidade-preço deveras memorável.

Duas safras viram a luz do dia. A de 2007, já esgotada, e a de 2009, que ainda está disponível no mercado. Com 13,5% de graduação alcoólica, este syrah foi feito, garante-nos o produtor e nós acreditamos, lá está, devido aos seus aromas e elegância, a partir de uma cuidadosa selecção de uvas, provenientes exclusivamente da casta Syrah, como deve de ser. “De cor vermelha-violeta profunda e intensa, possui um forte aroma e sabor a frutos silvestres e ameixas, sendo bem equilibrado em estrutura e acidez. Este vinho é excelente para carnes grelhadas, mas também pratos de peixe bastante elaborados e condimentados.” Deve ser consumido a uma temperatura entre 16º e 18º C.

vinha_bonifacio

Situada a Norte do Rio Tejo, a região vitivinícola de Lisboa, é a segunda maior produtora de vinho em Portugal sendo esta composta por dez sub-regiões: Encostas de Aire, Alcobaça, Lourinhã, Óbidos, Alenquer, Arruda, Torres Vedras, Bucelas, Colares e Carcavelos.

As cidades de Torres Vedras, Alenquer e Óbidos são os principais pólos da Região, contendo a maior área de plantação de vinhas, ao longo de verdes encostas. Torres Vedras, é o concelho que tem a maior produção de vinho do país.

Aqui, encontram-se solos argilo-calcários e solos argilo-arenosos, muito férteis, que melhoram o cultivo e qualidade das uvas. O clima é ameno, com uma precipitação média de 700 mm por ano e não há alterações importantes de temperatura. Estas são as características que tornam únicos os vinhos desta região.

historia_bonifacio

A empresa António Francisco Bonifácio e Filhos, Lda. iniciou a sua actividade em Janeiro de 1964, prosseguindo o trabalho de seu fundador, António Francisco Bonifácio, que desde muito jovem concentrou os seus esforços no cultivo e crescimento da vinha e na produção de vinho. Conseguiu com sucesso gerir o seu negócio por mais de 40 anos e sempre com uma preocupação: fazer vinhos de qualidade! As gerações seguintes, quiseram manter a fasquia nesse ponto alto, tendo sido desenvolvido um trabalho conjunto em que os valores de inovação e exigência se encontram sempre presentes.

A produção dos vinhos, nasce de uma cuidadosa selecção das uvas, como já referimos. Após serem colhidas estas são descarregadas em tegões, o ponto inicial de duas linhas paralelas de produção – uma para uvas brancas e outra para uvas tintas.

No caso das uvas brancas, o vinho é produzido sob o processo de “Bica Aberta” sendo as uvas encaminhadas para uma prensa pneumática onde os mostos são separados e as massas prensadas. Após este procedimento o mosto é submetido a choque térmico a frio, desenvolvendo-se a fermentação a temperatura controlada.

adega_bonifacio

As uvas tintas, após desengace e esmagamento, são encaminhadas para cubas de fermentação, passando por um processo de maceração a frio, decorrendo posteriormente a fermentação a temperatura controlada efectuando-se um processo de remontagem por lixiviação de massas.

O estágio dos vinhos tintos processa-se em depósitos de inox e numa segunda fase em garrafas.

Para acompanhar a evolução dos tempos, foram criadas novas instalações, dispondo de modernas condições para a produção e engarrafamento, com grande capacidade de resposta, respeitando todas as exigências do mercado actual : uma linha automática de enchimento de garrafas e duas linhas de Bag-In-Box.

Nas vinhas encontram-se, entre outras, as castas Castelão, Tinta Miúda e Alicante Bouschet.

uvas_bonifacio

Estas são amadurecidas em solos argilo-calcários, à luz do sol e com uma baixa precipitação.

As vinhas crescem em solos superficiais, de baixa fertilidade e não são regadas em qualquer altura do ano para evitar a diminuição de taninos, elementos básicos para um excelente envelhecimento.

A poda das videiras durante o Inverno e o Verão é executada conscienciosamente e com extremo cuidado: antes da vindima, já após o aparecimento do fruto, quando necessário, são removidos alguns ramos de forma a aumentar a qualidade das uvas que ficam na planta.

Todos estes processos reduzem o rendimento das vinhas, mas mantém a quantidade e qualidade adequadas para obter as melhores uvas, com as melhores notas de acidez e estrutura tânica, necessárias para a produção e envelhecimento dos vinhos.

O poeta persa Rumi, do século XIII, dizia que  “Através do amor todo amargo será doce, através do amor todo cobre será ouro, através do amor toda borra será vinho, através do amor toda a dor será remédio.”

Esta é uma boa maneira de terminar a nossa reflexão sobre o Bonifácio syrah, um vinho a ter presente independentemente das condições não vinícolas que possamos considerar!

Classificação: 15/20                                                     Preço: 3,85€

ft_bonifacio