Monte da Colónia, 100% Syrah, Alentejo, 2012

colonia_garrafa

Desde Fronteira,  distrito de Portalegre, chega-nos este Syrah de 2012, de nome Monte da Colónia. É o terceiro Syrah que existe em Fronteira, os outros dois são o Monte da Cal e o Telhas, e mostra as características desta nossa casta exposta às soberbas condições edafoclimáticas da região, onde as vinhas do Monte da Colónia estão instaladas.

A vindima manual foi feita no inicio de Setembro, seguido de desengace total e esmagamento. A fermentação foi feita em cuba de inox com curtimenta e controlo de temperatura a 27ºc. A desencuba e prensagem são ligeiras, executadas em prensa vertical. Segue-se a fermentação malolática e por fim filtragem e engarrafamento, que foram realizados em Julho de 2013.

É um Syrah de qualidade que será certamente candidato ao prémio de melhor Syrah de 2015 na relação qualidade/preço, visto que custa em Lisboa menos de seis euros.

A empresa foi fundada em 1980 pela geração anterior, na altura uns jovens com fortes espectativas de futuro, muita ambição e espírito de equipa que decidiram arriscar, erguendo uma empresa que ainda hoje está no mercado, essencialmente de cariz familiar, onde as grandes decisões são tomadas por dois irmãos.

20140314114923_monte_da_colonia

O objectivo fundamental da empresa é o da produção e transformação de produtos cultivados no próprio local, azeite, azeitonas de conserva e vinhos, bem como a criação de gado bovino e ovino.

Actualmente com um lagar de azeite de extracção a frio altamente modernizado, que veio substituir o tradicional lagar de prensas, onde não só se labora a azeitona própria, oriunda dos olivais do Monte, como também de alguns olivicultores da região.

546508_409183852440065_1507371383_n

Com uma área de 600 hectares, e diversificadas características, são assim exploradas diversas espécies vegetais e animais, destacando-se a espécie bovina e ovina, das espécies vegetais podemos destacar os 100 hectares de olival composto por diversas qualidades de azeitona.

Planícies a perder de vista, um céu que adormece glorioso, casas brancas debruadas a azul, com janelas para a tranquilidade, e os melhores sabores! Falamos, claro está, do Alentejo, seduzidos pelo Monte da Colónia. A herdade, situada em Vale de Seda, concelho de Fronteira, produz vinho, azeite e azeitonas com a chancela da região. E, para bem da nossa boca, a tradição por aqui permanece!

296368_265505273474591_6556181_n

Relativamente à Vitivinicultura, praticada apenas nos últimos 14 anos, mas por sinal muito bem concebida, uma vez que lentamente tem conseguido adquirir todo o equipamento necessário para que se possa fazer todo o processo desde a vindima, fermentação, engarrafamento, rotulagem, sistema de frio, enfim, o Monte da Colónia tem todo o equipamento necessário de modo a facilitar não só o processo, como o trabalho. Em média a empresa produz 100 mil litros de vinhos tintos divididos em várias referências (tinto normal, colheita seleccionada, monocasta Syrah, alicante bouschet e reserva e bag in box), 10 mil litros de branco uma monocasta arinto, 6 mil litros de vinho rosé Syrah, ocupando assim uma área de 20 hectares de vinha com as castas, aragonez, cabernet sauvignon, arinto, alicante bouschet , castelão, Syrah, trincadeira, verdelho, etc., tudo conjugado sob batuta e o saber do enólogo Rui Vieira.

Marcel Pagnol disse que “Quando o vinho é engarrafado, ele deve ser bebido … especialmente se é bom”.

Temos aqui um bom exemplo com o Syrah Monte da Colónia!

 

Classificação: 17/20                                           Preço: 5,85€


 

Leave a Reply