Jaime Quendera, O Imperador do Syrah

jaime-quendera-2

Jaime Quendera é o mais prolífico enólogo de Syrah em Portugal!

A sua área principal de actuação vitivinícola é a Península de Setúbal, mas estende os seus conhecimentos de enologia às regiões vizinhas, Alto Alentejo e Tejo.

Se falarmos de vinho em geral, Jaime Quendera é muito provavelmente o enólogo português responsável pela maior quantidade de garrafas produzidas anualmente. Uma estimativa por alto do Blogue do Syrah apontará para cerca de vinte e cinco milhões de garrafas produzidas em cada ano, sobre as quais a última palavra depende deste homem.
É por isso que nos merece o epíteto de Imperador!

Vejamos os Syrah que ele fez, por área vitivinícola:

Península de Setúbal:

garrafa_pegoes

Adega de Pegões, Cooperativa de Pegões

Classificação: 16/20                                           Preço: 4,99€

 

pegoes_garrafa

Vinhas de Pegões, Adega Cooperativa de Pegões

Classificação: 18/20                                   Preço: 2,49€

 

ermelinda_garrafa

Ermelinda Freitas, Casa Ermelinda Freitas

Classificação: 16/20                            Preço: 8,99€

 

filipe_garrafa_2015

São Filipe, Filipe Palhoça

Classificação: 16/20                                                Preço: 5,99€

 

alcube_garrafa

Quinta do Alcube

Classificação: 17/20                                          Preço:

 

garrafa_cascalheira

Cascalheira, ASL Tomé

Classificação: 15/20                                           Preço: 3,50€

 

Alto Alentejo:

mouras_garrafa_2015

Herdade das Mouras, Herdade das Mouras de Arraiolos

Classificação: 16/20                                                     Preço: 2,20€

 

arraiolos_syrah

Castelo de Arraiolos, Herdade das Mouras de Arraiolos

Classificação: 15/20                                                                 Preço: 3,80€

 

Tejo:

garrafa_lapa

Quinta da Lapa

Classificação: 15/20                                                     Preço: 8,50€

Jaime Quendera é licenciado em Engenharia Agrícola pela Universidade de Évora, e pós-graduado em Marketing de Vinhos pela Universidade Católica do Porto. Desde criança que foi habituado ao ambiente do vinho, pois o pai e o avô tinham adegas.

A sua carreia começou em 1994, como Assistente de Enologia de João Portugal Ramos, na Cooperativa de Pegões e, em 2000, Jaime Quendera passa a responsável de Enologia desta adega. É enólogo da Casa Ermelinda Freitas, na região de Setúbal, desde 1998. É responsável de enologia nos vinhos Ti Bento, Marcolino Freitas e filho, Quinta de Alcube, Felipe Jorge Palhoça, José Bento Freitas, entre outros.

jaime-quendera-1

Jaime Quendera é também o responsável pela enologia da Fundação Stanley Ho, da Fundação Oriente e Quinta da Lapa, da Herdade do Pombal (Estremoz) e Adega das Mouras (Arraiolos). É o Perito Português de Enologia na UE pela CONFAGRI desde 1995 e pertence ao júri do Concurso Mundial de Bruxelas desde 2006. Ao longo da sua carreira, Jaime Quendera recebeu mais de mil prémios nacionais e internacionais nos mais prestigiados concursos de vinho, entre os quais se destacam: “Melhor Vinho Tinto”, no Vinalies de Paris 2008; concurso dos enólogos Franceses, com o vinho Syrah 2005 da Casa Ermelinda Freitas; Medalha de Ouro e Melhor Vinho Tinto Português no China Wine & Spirits Challenge 2006, na China, com o vinho “Adega de Pegões – Colheita Seleccionada Tinto; e Medalha de Ouro e Melhor Vinho Tinto Português no China Wine Awords 2014, na China, com o vinho “Casa Ermelinda Freitas Touriga Nacional 2011.

Uma última questão a salientar no enólogo Jaime Quendera é a relação qualidade/preço dos seus Syrah! Todos eles se encontram no patamar de até dez euros, mas a qualidade é quase sempre acima da média.

Só como nota relembra-se que na prova cega realizada o ano passado em que o Blogue do Syrah participou activamente, o Syrah Adega dos Pegões ficou em oitavo lugar no total de vinte e seis Syrah, e era o Syrah mais barato de todos.
De impressionar qualquer um!
O mérito é todo do engenheiro Jaime Quendera!

Sobre aquele que foi chamado o melhor vinho do mundo, aqui fica o destaque…

 

Sobre a Região da Península de Setúbal e o nosso homenageado de hoje…

 

E mais este que fala de os chineses elegerem o Syrah 2012 da Adega de Pegões como melhor vinho português do ano…


 

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *