Quinta da Alorna, 100% Syrah, Tejo, 2013

Syrah que veio para ficar e há aqueles que tal como vieram partiram. Sem deixar saudades, sem marcar presença, sem dizer ao que vinham e porque se foram embora. Destes últimos há pouco a dizer, porque eles também pouco fizeram para serem recordados! Só que no Blogue do Syrah, e desde a primeira hora, o comprometimento foi, umas vezes mais outras vezes menos… umas vezes melhor outras vezes nem por isso, falar de todos os Syrah que a Terra Lusitana viu nascer! A grande maioria com uma imensa alegria, outros com um certo sabor a desdita.

O Syrah do Tejo, da Quinta da Alorna, faz parte destes últimos. Um Syrah de 2013 que se foi ontem com a mesma velocidade com que apareceu hoje, e assim se foi embora! Nós aqui no Blogue do Syrah faremos o mesmo, ou seja, falaremos o mínimo que tivermos a dizer para o consumidor ter conhecimento e nada mais!

Trata-se de uma produção de apenas duas mil garrafas. As notas de prova dizem-nos que possui “cor rubi com aroma intenso de fruta preta madura com notas de especiarias e chocolate. É equilibrado, redondo e delicado com um final de boca persistente predominando as notas de fruta preta.” Tem uma graduação alcoólica de 13.5%. A enóloga é a Marta Simões.

Na vinificação, colheram-se manualmente as melhores uvas Syrah da Quinta da Alorna. Após maceração pelicular pré-fermentativa a frio de 2 dias, seguiu-se a fermentação alcoólica durante 10 dias com remontagens suaves e uma temperatura controlada de 23°C . O vinho foi micro-oxigenado até à indução da fermentação maloláctica. Por fim, o vinho estagiou em barricas de carvalho Americano de segunda utilização, durante 4 meses. O rótulo diz que este Syrah pertence a uma colecção de monovarietais da Quinta da Alorna e é o resultado da investigação contínua e dedicação da equipa de Viticultura e Enologia. Com esta colecção de estilo contemporâneo pretende-se demonstrar o potencial do terroir, criando vinhos únicos, sedutores e autênticos que expressam o carácter distinto e genuíno de cada casta. Sujeito a depósito. Consumir a 16 – 18ºC. Descubra o sabor das castas do Mundo com este Syrah especiado e delicado, diz-nos o produtor.

O provérbio popular diz que:
“Pão que sobre, carne que baste, Syrah que farte.”
Não será este o caso deste Syrah Quinta da Alorna 2013 que nem tivemos a oportunidade de o provar quanto mais de nos fartarmos!

Classificação: –                                                     Preço: 7,50€


 

Leave a Reply