Quinta da Boa Esperança, 100% Syrah, Lisboa, 2015

Este é o mais novíssimo Syrah surgido no mercado português!
De Lisboa, mais precisamente de Torres Vedras e do ano de 2015!
Garrafa e rótulos muito bonitos e distintivos. Gostamos!

Mas o principal é o que está dentro da garrafa. As notas de prova dizem-nos que se trata de um “Syrah de cor granada intensa, onde dominam os aromas de fruta preta e especiarias, típicos da casta. Fresco e intenso na boca, com taninos firmes que lhe conferem um final longo.” Tem um teor alcoólico de 14%. A vindima foi 100% manual para caixas de 15 kg. Na vinificação o desengace é total, seguido de maceração pré-fermentativa a 8°C durante 48h. Fermentação com temperatura controlada de 24°C.

Quanto aos enólogos, Paula Fernandes é a enóloga residente, e chegou à quinta com uma vasta experiência na produção de vinho. Especialista em viticultura, dedica o seu tempo a cuidar das vinhas e assegura o rigor na produção dos vinhos. Rodrigo Martins enólogo consultor, com um amplo percurso nacional e internacional, presta os seus conhecimentos ao longo de toda a produção e, posteriormente, na afinação de todos os lotes de vinho.
As terras da Zibreira fazem parte da região Oeste de Portugal, situada entre o Oceano atlântico e a Serra de Monte Junto. Pertencem ao distrito de Lisboa, que é uma das maiores regiões produtoras de vinho ao nível nacional e das mais extensas áreas vinícolas do país.

Aqui, na adega, a dedicação à viticultura e à produção de vinho é feita há mais de cem anos, por gentes da terra que a conhecem e a querem bem. O projecto Quinta da Boa Esperança segundo os seus visionários nasce da vontade de criar um espaço que seja o reflexo de um modo de pensar e de viver. Acredita-se no respeito pela natureza e na sua feliz coexistência com homem. Por entre o embalo soalheiro dos vales e encostas, recortados por vinhas e árvores de frutos, a Quinta da Boa Esperança tem por base um conceito de vinhas sustentáveis, criando o compromisso de garantir o bem estar das vinhas, bem como proteger os solos e as suas águas. A excelência das uvas provém de uma cuidada dedicação às vinhas ao longo de todo o ano, que culmina com o empenho de uma vindima manual. É da horta e do galinheiro que saem muitos dos ingredientes com que se fazem os almoços e jantares regados de boas conversas e bom vinho. A filosofia de sustentabilidade está inerente a toda a quinta.

O poeta inglês Edward Young escreveu o seguinte:
“A amizade é o Syrah da vida!”
E não é que ele tem razão?!
Vamos portanto cimentar a nossas amizades com Syrah da Quinta da Boa Esperança, por exemplo!

 

Classificação: 17/20                                                                     Preço: 15,75€

Leave a Reply