Monte Barbo, Produções Vinícolas Da Beira Interior Lda, Reserva, 90% Syrah, 10% Cabernet Sauvignon, Beira Interior, 2012

Este é um daqueles momentos em que no Blogue do Syrah pensamos “vale a pena o trabalho de divulgação dos Syrah portugueses que andamos a fazer há mais de três anos”!
É um gosto desmesurado dar conhecimento de um novo Syrah e que tem imensos aspectos positivos a destacar.
Para além de ser um topo de gama trata-se da primeira colheita do Monte Barbo, propriedade de dez hectares, localizada no concelho de Proença-a-Nova, distrito de Castelo Branco. É portanto um Syrah da Beira Interior. O ano é de 2012.
Já está no mercado desde 2016 embora só agora é que o Blogue do Syrah teve conhecimento da sua existência.

No primeiro contacto com ele ficamos logo deslumbrados com a riqueza artística do rótulo, retro mas elegante, de uma beleza dificilmente igualável! Depois segue-se a grande surpresa de ser um Syrah com dez por cento de Cabernet Sauvignon. Em Portugal é a primeira vez que um produtor arrisca tal combinação. Se tal chegar ao conhecimentos dos Franceses, sem degustarem o néctar, dá-lhes um ataque cardíaco! O importante é que os franceses não são para aqui chamados, e o resultado final é que interessa.

O Monte Barbo é uma pequena propriedade, como já foi dito, que produz 70000 garrafas divididas por quatro tipos de vinho. Do Reserva Syrah 2012 foram feitas 10000 garrafas. E temos a garantia de que para o princípio de 2018 teremos uma nova colheita do Syrah/Cabernet Sauvignon. As notas de prova oficiais dizem-nos que “Apresenta cor violeta profunda, com notas de frutos silvestres (amora) bem maduros conjugadas com nuances tostadas do estágio em carvalho francês. Na boca é fresco, agradável, elegante mas estruturado com taninos equilibrados. Muito persistente.” Nós acrescentamos, se faz favor, “e complexidade aromática”. Tem 15% de graduação alcoólica. No que respeita à vinificação a vindima manual foi feita em caixas de 20 kg de castas com selecção prévia na vinha. A recepção na adega em mesa de escolha com eliminação de matéria prima defeituosa. Desengaçe total e esmagamento directo para a cuba de fermentação onde se procedeu a uma maceração a frio pré fermentativa. Fermentação alcoólica durante 6 a 8 dias a 30ºC. Maceração final durante 4 dias. Estágio em cascos de 300 litros de carvalho francês durante 12 meses.

Falemos agora um pouco sobre a história desta propriedade. Um dos responsáveis pela produção de Monte Barbo é Tiago Cristóvão com quem tivemos oportunidade de conversar para a elaboração deste texto. O Monte Barbo, como acontece muito em Portugal, é um vinho de família, fruto de uma produção muito seleccionada e de técnicas vitícolas e enológicas que aliam a tradição à modernidade. Tiago Cristóvão acredita que a qualidade e a essência do vinho Monte Barbo estão presentes, desde logo, na riqueza dos solos, na selecção das castas e na escolha minuciosa das uvas. Eis o que está na base da excelência deste Syrah. No que diz respeito ao Reserva 2012 só podemos confirmar o que está dito! A máxima desta casa, carregada de sentido é “A força do interior”! Durante quarenta anos Monte Barbo teve que fazer, como se costuma dizer, “das tripas coração”. Hoje o futuro apresenta-se radioso! Monte Barbo vai começar a exportar para o Luxemburgo e vai estar presente na próxima ProWein 2018 feira de vinhos e bebidas alcoólicas em Düsseldorf,  Alemanha que é considerada uma das feiras mais importantes da Europa!

O poeta persa dos séculos XI e XII Omar Khayyan no seu poema Rubaiyat, por nós citado até à exaustão, disse o seguinte:
“Quando Deus me criou sabia que eu beberia Syrah. Se me tornasse abstémio, a sua ciência estaria errada.”
Para o Enófilo o Monte Barbo Reserva 2012 poderá não ser ciência que é para o Enólogo, mas seguramente é uma obra de arte, por dentro mas também por fora!

 

Classificação: 19/20                                                            Preço: 18,98€

Leave a Reply