Investigadores desenvolvem técnica para medir os eflúvios do Syrah

Exactamente como está no título, com o objectivo de melhorar a qualidade e não estar sujeito a factores subjectivos.

A técnica foi desenvolvida por Argentinos e Espanhóis, tendo sido criado um método para detectar a concentração de uma conjunto de moléculas voláteis, as pirazinas, na bebida que fornecem uma série de aromas apreciados pelos consumidores e considerados, portanto, de qualidade, procedimento que não dura mais que uma hora.

As moléculas em causa contribuem para o aroma vegetal em algumas variedades de uvas, onde influenciam a qualidade do néctar elaborado com elas, definindo critérios de maior ou menor qualidade por provadores, sommeliers e consumidores em geral.

A principal vantagem desta técnica é que além de eliminar a subjectividade, como já dissemos, da degustação humana, permite detectar esses aromas em volumes muito pequenos de liquido, mesmo em quantidades moleculares ínfimas.

Chegando esta técnica a Portugal, podemos esperar que o melhor Syrah do Mundo ainda fique melhor!

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *