Daily Archives: 11/07/2018

Mais uma cifra para recordar!

O discurso continua a ser o mesmo, o milhão da dita Santa Casa continua a passar-nos ao lado, mas os visitantes deste vosso Blogue continuam a vir cá sem parar.

Este triplo Milhão hoje em efeméride tem a ver mais uma vez com a nossa alegria por termos atingido três milhões de entradas no Blogue do Syrah, segundo o nosso singelo contador que regista todos os cliques feito nas nossas páginas de artigos e novidades.

Portanto um enorme e sentido agradecimento a todos os leitores e simpatizantes que, com regularidade, nos visitam.

Como curiosidade, referimos que foram precisos cerca de 2 anos para atingirmos o primeiro milhão de visitantes, 1 ano para chegarmos aos dois milhões…
e agora, em pouco mais de 6 meses depois, estamos nos três milhões!

Vamos continuar com o mesmo entusiasmo a fazer esta caminhada pelo mundo maravilhoso do Syrah português em direcção ao quarto milhão!

Bem hajam todos!

Grand´Arte, 100% Shiraz, DFJ Vinhos, Lisboa, 2012

Esta é uma revisitação do Syrah Grand´Arte de 2012, a segunda colheita, que por acaso se escreve Shiraz, já iremos falar disso, da DFJ Vinhos, liderada por José Neiva Correia, é dela que vamos falar hoje! E porquê? Bom, porque este Shiraz evoluiu muito bem e quem arranjar algumas garrafas agora ou tiver guardado vai ficar bem contente, porque está bem melhor, do que há anos atrás!

Mas vamos falar deste Shiraz “Grand D’Arte”, da Quinta Fonte Bela em Vila Chã de Ourique, no concelho de Santarém, ou seja, um regional de Lisboa, que possui uma graduação alcoólica de 13,5% e teve um estágio de três meses em barricas de carvalho francês.
Diz-nos o produtor que se trata de um Shiraz “…equilibrado, com taninos macios e um toque de baunilha e especiarias. Muito suave, fácil de beber e ao mesmo tempo, intenso, persistente e saboroso.” As várias garrafas que bebemos, ao longo deste último ano, vêm confirmar estas palavras!

Já Ernest Hemingway dizia que:
“Uma pessoa com o aumento do conhecimento e da educação sensorial pode obter prazer infinito no vinho.”

Em conversa com o Director Comercial e de Marketing da DFJ Vinhos, Luís Gouveia, homem simpático e muito disponível para prestar todos os esclarecimentos, ficámos a saber que com esta colheita foi feito um número maior de garrafas da colheita de 2011 que tinha sido vinte e quatro mil garrafas, embora a grande maioria tenha sido destinada ao mercado externo. E uma palavra de apreço quanto à informação prestada no site oficial da empresa, que está devidamente actualizado, permitindo assim a quem escreve e divulga prestar um bom serviço. Um exemplo a seguir.

O médico do Canadá William Oster disse: “O vinho não faz as pessoas fazerem as coisas melhor. Ele faz com que elas fiquem menos envergonhadas de fazê-las mal.” Então sem dizermos mais nada vamos lá beber uma taça de Shiraz  Grand`Arte e sem receio de fazer as coisas mal!

 

Classificação: 17/20                            Preço: 7,95€