Category Archives: Diversos

Coisas de Vinho – A vinha antes do vinho

Aqui fica mais uma vez o convite para um final de dia à volta de um copo de vinho Dona Dorinda, Syrah, desta vez! Na quinta excepcional onde se produz um enorme Syrah vai-se conversar e elevar a cultura do vinho.


 

Maria Maria, uma canção e um Syrah!

Somos de paixões e obsessões, muitas e várias. Syrah, claro, sempre, Zappa, também, e agora vem a propósito falar de uma outra: Milton Nascimento!
Nome maior da Música Popular Brasileira, com uma vasta discografia que abarca várias décadas, é hoje reconhecido mundialmente como um dos mais influentes e talentosos compositores em língua portuguesa. Elis Regina, que o ajudou em princípio de carreira teve vários êxitos recriando as suas canções. Uma delas foi Maria Maria, hoje um verdadeiro marco na carreira quer de um, quer de outro.

E é daqui que nasce a ponte para o tema de hoje. Porque uma produtora de vinho brasileira, resolveu precisamente denominar-se Maria Maria e dar o mesmo nome ao Syrah que produz, no Sul de Minas Gerais, e também porque o produtor é compadre e conterrâneo do músico Milton Nascimento.

A safra de 2013 teve como sobrenome Agda, a de 2015, Bia. As videiras crescem entre frondosos cafezais, a principal cultura de Três Pontas, onde fica a Fazenda Capetinga, de Eduardo Junqueira Nogueira Junior, quinta geração de uma tradicional família de cafeicultores do estado, e amigo de infância de Milton. O Maria Maria foi fruto de um grande susto vivido pelo fazendeiro. Eduardo sofreu um ataque cardíaco e precisou repensar seus hábitos alimentares. Foi quando o cardiologista o mandou tomar uma taça de vinho tinto por dia. Surgiu então a ideia de destinar 19 hectares da fazenda ao plantio de uvas e elaborar seu próprio vinho. Reservou 13,5 hectares para pés de Syrah e o restante dividiu entre Sauvignon Blanc, Chardonnay e Cabernet Sauvignon.

Quem sabe ainda teremos uma dia oportunidade de chegar à fala com este Sryah. Como dizem os versos de Milton, “mas é preciso ter manha, é preciso ter graça, é preciso ter sonho, sempre…”. Acho que os “compadres” de lá beberam em boa fonte.

Aqui fica ela, saudosa, na sua voz inconfundível!

 


 

As Mulheres e o Syrah…

…ou dito de outra forma, as mulheres e o vinho tinto, porque é disto que vamos falar hoje. Segundo pudemos ler por vários lugares, as mulheres preferem mesmo o vinho tinto, só muito abaixo vindo os brancos e por aí adiante. Chegam mesmo a ser as mulheres as principais responsáveis pela compra de vinho para consumo familiar.

O vinho, e o nosso Syrah, diremos, é a chave para um encontro romântico, isto com base em estatísticas de vários países. A maioria das mulheres consideram o vinho um dos elementos principais para o sucesso do encontro amoroso, afirmando mesmo que é uma das partes importantes do convívio.

As mulheres manifestam-se de forma mais liberal em relação ao vinho, sendo muito mais abertas a novas experiências e novidades, revelando igual conhecimento em relação aos homens. Preocupam-se em primeiro lugar com o país de origem, logo a seguir com as castas e por fim o preço, significando pois que para elas o mais importante é o prazer gustativo e não a parte económica, eles que se preocupem com isso.

Claro, a nova geração usa sobretudo a Internet para procurar aquilo que mais gosta, esmiuçando online toda a informação disponível, começando pelas primeiras impressões estéticas.

As mulheres, tal como o Syrah, são um mistério… muito apaixonante!


 

Acabou o pingo nas garrafas de Syrah!

O mundo das invenções tem destas coisas, novas ideias para velhos problemas!

Então é assim: um cientista da Universidade de Brandeis, nos EUA, engendrou um novo design para o gargalo da garrafa de Syrah para evitar aquele pingo irritante que escorre garrafa abaixo quando se acaba de servir a bebida. Daniel Perlman, amante de Syrah, inventor e biofísico, queria uma solução que não envolvesse um sistema adicional e passou três anos estudando como o liquido flui através da borda de uma garrafa.

Claro, podemos fazer o que fazem os sommeliers em restaurantes, envolver um guardanapo em torno do pescoço da garrafa para reter o líquido, mas quem tem tempo para isso?

A solução encontrada foi cortar um sulco logo abaixo do lábio, criando assim uma garrafa de vinho sem gotejamento.

Perlman é um inventor de renome com mais de 100 patentes registadas, desde equipamentos de laboratório até produtos alimentares. Mais recentemente, inventou farinha de café, um ingrediente alimentar e suplemento nutricional derivado de grãos de café.

Há dispositivos para colocar no pescoço da garrafa, mas Perlman não queria que os consumidores tivessem que dar um passo adicional depois de fazerem a compra. “Eu queria mudar a garrafa de vinho em si”, diz ele. “Eu não queria que houvesse o custo adicional ou inconveniente de comprar um acessório.” Perlman estudou vídeos em câmara lenta de líquido sendo derramado. Ele observou primeiro que o escorrimento era mais extremo quando uma garrafa estava cheia ou perto dela. Ele também viu que o fluxo tende a ondular para trás sobre o lábio e correr para o lado da garrafa de vidro, porque o vidro é hidrofílico, o que significa que atrai água. Usando uma ferramenta cravada de diamantes, Perlman, auxiliado pelo engenheiro Greg Widberg, criou um sulco circular ao redor do pescoço da garrafa logo abaixo do topo. A gota de vinho que da forma actual iria cair garrafa abaixo, encontra o sulco, mas não pode atravessá-lo. Em vez disso, ele cai imediatamente para fora da garrafa juntamente com o resto do vinho. Após muitos testes, Perlman encontrou a largura perfeita, cerca de 2 milímetros, e a profundidade, cerca de 1 milímetro.

O actuais modelos de garrafas de Syrah datam do século XIX e não mudaram muito desde então. Cerca de 200 anos de pingos e nódoas podem estar a chegar ao fim. Perlman está em negociação com os fabricantes de garrafas sobre a adopção generalizado do seu projecto.

 

 

Eis então que com esta inovadora garrafa nem mais uma gota de Syrah será desperdiçada!


 

Syrah às cegas

Hoje o texto não é nosso.

Vanessa Schnitzer, estudante PhD em Enologia na Universidade de Évora, e um dos jurados na nossa última Prova Cega de Syrah, passou a escrito as suas reflexões sobre a sua participação nessa prova, que publicou no diário do SUL de 2 de Maio último, e que achamos muito interessante, por isso, com a devida consideração, aqui as reproduzimos.


 

Concurso Internacional “Syrah du Monde” 2017


A 11ª edição dos melhores Syrah do mundo irá ter lugar no Château d’Ampuis na Côte du Rhône em França entre os dias 17 e 19 de Maio de 2017 em Ampuis.

O Concurso Internacional “Syrah du Monde” é a única confrontação internacional consagrada  a uma única casta.

Entre as seis castas mais plantadas e comercializadas no mundo, a reputação da Syrah está em constante evolução e dá origem a alguns dos grandes vinhos tintos do mundo. A sua forte personalidade marca os vinhos de uma forma indelével. A Syrah dá em todo o mundo, em função do terroir, do clima e da arte do enólogo, nascimento a vinhos ricos e complexos com um forte potencial aromático.

A casta Syrah é actualmente um varietal em expansão, pense-se em Portugal, que dá resultados impressionantes em muitas partes do mundo. Assim este Concurso Internacional “Syrah du Monde” tem como missão reunir a vasta selecção de vinhos da uva Syrah e, assim, oferecer aos provadores especialistas experientes a sagacidade duma paleta aromática de extraordinária complexidade: framboesa, groselha, mirtilo, alcaçuz, catechu, violeta, baunilha, azeitona,  pimenta preta, fumo, tabaco, trufas, couro, vegetação rasteira, âmbar etc …etc…

Os produtores portugueses de Syrah, podem inscrever-se aqui.

Toda esta matéria prima reunida num único espaço reforçada pelo aroma rico da Syrah do mundo inteiro é um trunfo importante na comunicação. Para o produtor, é a oportunidade de descobrir a qualidade de seus produtos. Para o consumidor, esta é a garantia de um registro profissional de alto nível para guiá-lo em sua escolha.

Quando isso não chega o Blogue do Syrah diz: Presente!