Quinta da Lapa,100% Syrah, Tejo, 2015

De caras dizemos, e sem qualquer tipo de dúvida: Este Quinta da Lapa de 2015 é a melhor colheita de sempre deste Syrah!
O ano de 2015 continua a dar cartas, para nossa imensa satisfação!

Deste Syrah conhecíamos duas safras. A de 2010, e a de 2012. A fermentação é feita em cubas de inox com temperatura controlada. O estágio foi de 12 meses em meias pipas de carvalho francês e americano. Tem uma longevidade garantida pelo produtor de 8 anos. A graduação alcoólica é de 14%. O enólogo de serviço é mais uma vez, e isto apesar de não estarmos na Península de Setúbal, Jaime Quendera! As notas de prova do enólogo dizem-nos que tem “excelente cor. Aroma com notas de frutos pretos e especiarias típicas do Syrah. Bom volume de boca com taninos presentes, mas macios. Final longo.”

A Quinta da Lapa está implantada na região vitivinícola do Tejo, outrora denominada Ribatejo, onde vinho, cultura e história correm juntos desde os primórdios da Lusitânia.
O grande e caprichoso rio Tejo assume nesta região particular esplendor histórico, tanto por ser elo de ligação com Lisboa, como por ter sido ele próprio via de comunicação e comércio com toda a Europa. Os castelos templários e as grandes planícies de cultivo são disso testemunho. As cheias e a força do rio fizeram com que ao longo dos tempos as terras essencialmente argilo-calcárias coleccionassem elementos raros como conchas e seixo rolado. Este aspecto define, quase só por si, a assinatura da Quinta da Lapa, havendo contudo ainda que lhe acrescentar a alternância dos dias tórridos e manhãs muito frescas no Verão, quando as uvas estão a robustecer-se para a vindima. O perfil dos vinhos Quinta da Lapa é, por isso, a um tempo mineral e profundo, conseguindo aliar uma excelente maturação fenólica a uma grande frescura, quando normalmente isso só se consegue com vinhedos de altitude. A Quinta da Lapa conta com 67 hectares de vinha em exploração, dividida em talhões com idades compreendidas entre 6 e 15 anos.A orientação mais frequente das fiadas é nascente-poente, o que permite, quando se aproxima a vindima, uma maturação óptima dos bagos. Os dias são muito quentes mas à noite instala-se sempre a frescura, trazida pela brisa atlântica que ao longo de todo o ano se faz sentir.

As instalações de vinificação são contíguas à casa da quinta, e permitem a manipulação total das uvas e massas vínicas, desde a vindima até ao engarrafamento. A proximidade das vinhas é um factor importante para a qualidade da matéria-prima, refletindo-se na qualidade final dos vinhos. A base tecnológica instalada permite o controlo total da temperatura, em todas as fases, bem como dos tempos óptimos para cada perfil de vinho que se procura produzir.

O escritor sobre vinhos João Filipe Clemente escreveu:
“Vinho não é feito para impressionar e sim para satisfazer. Se no processo ele também impressionar tanto melhor!”
Este Syrah de 2015 da Quinta da Lapa impressionou e no seu processo evolutivo ainda terá muito mais para dizer! Venha ele!

 

Classificação: 17/20                                                    Preço: 6,90€

O Blogue do Syrah em Paris em diversos supermercados à procura de novos Syrah – 2ª parte

Durante quase uma semana o Blogue do Syrah esteve em Paris à procura de novos Syrah em tudo quando fosse espaço capaz de albergar tal precioso líquido de Baco!
Desta vez, no quinto e último capítulo da nossa viagem, vamos mostrar os Syrah que encontrámos em diversos supermercados. Estivemos na garrafeira do Monoprix, na garrafeira do Carrefour e em várias garrafeiras do Franprix.
Foram muitas as garrafeiras dos supermercados em que estivemos mas há muitas mais garrafeiras em muitos mais supermercados com uma diversidade de Syrah verdadeiramente estonteante!
Syrah há para todos os gostos e para todas as bolsas. Desde os três euros e meio até aos trinta de cinco, um Côte Rotie do produtor Guigal há de tudo!
Segue a reportagem fotográfica sem outras considerações, para o deleite do leitor!

 

Há também Syrah no Aeroporto Charles de Gaulle

O Blogue do Syrah em Paris em diversos supermercados à procura de novos Syrah – 1ª parte

Durante quase uma semana o Blogue do Syrah esteve em Paris à procura de novos Syrah em tudo quando fosse espaço capaz de albergar tal precioso líquido de Baco!
Desta vez, no quarto capítulo da nossa viagem, vamos mostrar os Syrah que encontrámos em diversos supermercados. Estivemos na garrafeira do Monoprix, na garrafeira do Carrefour e em várias garrafeiras do Franprix.
Foram muitas as garrafeiras dos supermercados em que estivemos mas há muitas mais garrafeiras em muitos mais supermercados com uma diversidade de Syrah verdadeiramente estonteante!
Syrah há para todos os gostos e para todas as bolsas. Desde os três euros e meio até aos trinta de cinco, um Côte Rotie do produtor Guigal há de tudo!
Segue a reportagem fotográfica sem outra considerações, para o deleite do leitor!

Monoprix

Carrefour

O Blogue do Syrah em Paris na nova garrafeira das Galerias Printemps à procura de novos Syrah

Durante quase uma semana o Blogue do Syrah esteve em Paris à procura de novos Syrah em tudo quando fosse espaço capaz de albergar tal precioso líquido de Baco!

Desta vez, no terceiro capítulo da nossa viagem, vamos mostrar os Syrah que encontrámos na garrafeira completamente remodelada das Galerias Printemps, desde a última vez que estivemos em Paris, mesmo no centro da cidade!

Uma garrafeira enorme constituída por várias salas, impossível de mostrar através duma única fotografia. É claro que a nossa atenção seria focada na sala onde se encontravam os Syrah do Vale do Rhône e das outras regiões sobretudo do sul de França.

Segue a reportagem fotográfica sem outra considerações, para o deleite do leitor!

O Blogue do Syrah em Paris em garrafeiras de referência à procura de novos Syrah

Durante quase uma semana o Blogue do Syrah esteve em Paris à procura de novos Syrah em tudo quando fosse espaço capaz de albergar tal precioso líquido de Baco!
Desta vez vamos mostrar os Syrah que encontramos em garrafeiras de referência como por exemplo “Le Repaire de Bacchus” em Montmartre e em Saint German des Prés ou o “Cavavin” o “Lambert” e o “Nicolas” em Montmartre!

A garrafeira da Maison Fauchon na Place de la Madeleine encantou-nos sobremaneira e apesar duma insistência diplomática para que nos fosse permitido tirar fotos somente às prateleiras referentes aos Syrah tal não nos foi permitido! A Fauchon é provavelmente a loja mais selectiva e mais luxuosa de toda a Paris e quiçá de toda a França. Numa próxima oportunidade tentaremos de novo! Não nos sai da cabeça um Syrah Côte-Rotie que miramos várias vezes e que só custava a módica quantia de cem euros!

Segue a reportagem fotográfica sem outra considerações, para o deleite do leitor!

 

 

 

 

 

O Blogue do Syrah em Paris à procura de novos Syrah

Durante quase uma semana o Blogue do Syrah esteve em Paris à procura de novos Syrah em tudo quando fosse espaço capaz de albergar tal precioso líquido de Baco!

Estivemos em garrafeiras, em supermercados, em grandes armazéns, lojas gourmet e em restaurantes!

Tivemos acesso literalmente a centenas de Syrah não só do Vale do Rhône mas também de outras regiões vinícolas em que a Syrah é permitida!

As duas grandes conclusões que podemos retirar desta experiência vinícola e que só desta vez pudemos ter a confirmação empírica é que primeiro, no sul do Vale do Rhône, ao contrário do que é comum afirmar, há também Syrah a cem por cento e não somente blend onde a percentagem de Syrah nem sempre é maioritária sendo as outras castas a Grenache e a Mouvedre. A segunda grande conclusão é que fora do Vale do Rhône há também Syrah de grande qualidade! O Languedoc em particular tem vários exemplares que nos deixaram espantados!

Segue a reportagem fotográfica sem outra considerações, para o deleite do leitor!