Tag Archives: portugal

Quinta dos Plátanos, 100% Syrah, Lisboa, 2013

platanos

Esta é infelizmente uma história diferente de todas aquelas que já aqui relatamos. É a história de um Syrah que depois de o ser já não o é! Vamos lá explicar a charada!

O ano passado tivemos conhecimento de que a Quinta dos Plátanos, de Alenquer, iria, pela primeira vez, lançar no mercado um monocasta Syrah. Ficamos naturalmente agradados! A seguir soubemos que esse dito Syrah iria participar da Prova Cega de Syrah que aconteceu no passado 3 de Outubro e que aqui amplamente divulgámos. E em vinte e seis Syrah em disputa, obteve o oitavo lugar, o que prova bem das suas potencialidades! Na altura faltava tratar dos rótulos. O que aqui apresentamos é apenas o rótulo provisório.

Ora acontece que passado todo este tempo o nosso muito desejado Syrah ainda não está no mercado e palpita-nos que nunca estará! Não nos parece que possa ser ainda a questão dos rótulos que está a atrasar a sua saída.

Uma semana antes da prova cega, o Blogue do Syrah, juntamente com alguns elementos dos Cegos por Provas e Tiago Paulo da Garrafeira Estado d´Alma tinham degustado este Syrah num final de tarde bem apelativo que nos deixou bem impressionados. Na prova cega também degustamos pela segunda vez este Syrah e contribuímos para o positivo resultado alcançado.

Mesmo estando a falar do que não existe, o lugar onde tão efémero Syrah nasceu merece o seu destaque.

platanos_quinta
A Quinta dos Plátanos insere-se na Região Vitivinícola de Lisboa, com Denominação de Origem de Alenquer.
Cabeça de um vinculo instituído no século  XVII mantém-se desde então na família que sempre se dedicou à vitivinicultura. Uma das Quintas mais antigas do concelho de Alenquer, pertence, à freguesia de Aldeia Galega da Merceana. Pergaminhos não faltam e são de exaltar.

platanos_logo

Mesmo assim, apesar de toda esta longa e rica história, a vocação desta quinta tem sido a de fazer vinho a granel, aliás como era apanágio destas quintas de Alenquer e arredores de Lisboa. Muita da produção vinícola da quinta é embalada e despachada em caixas, com torneirinha, de cinco litros. Será que foi isso que aconteceu, ou seja, que o nosso tão desejado Syrah, que só daria para umas duas mil garrafas, foi aproveitado para vinhos de corte, embalado em boxes de cinco litros?

Há alguém que possa confirmar esta história ou pelo contrário dizer que estamos enganados e que dentro de dias o Syrah da Quinta dos Plátanos vai estar aí para mostrar o que vale? Ficamos à espera…

 

Classificação: 16/20                                                     Preço: 8 a 10,00€?


 

Os 10 melhores Syrah portugueses de sempre!

medalhas_melhores

O que nos motivou agora e hoje a escrever este texto foram os vários artigos publicados nestas duas últimas semanas, por variados grupos e publicações, apresentando a lista dos 10 melhores vinhos portugueses de sempre!

Claro que imediatamente nos demos conta, e isto é apenas referir o facto, não envolve qualquer ressentimento, gostos são gostos, que nessas várias listas de  melhores vinhos de sempre não figurava um único monocasta Syrah… não pode ser mas foi!

Desse modo, decidimos então fazer a nossa lista, não sobre os 10 melhores vinhos portugueses, isso seria redundante e nada original, mas sim sobre os 10 melhores Syrah portugueses de sempre, que disso sabemos nós! Diga-se de passagem que se trata de uma lista bem mais interessante, pelo menos para nós, obviamente!

Entre os dez escolhidos, metade são alentejanos, todos eles do Alto Alentejo! São de facto cinco Syrahs extraordinários, como tivemos oportunidade de mostrar na análise feita a cada um. A outra metade, todos eles igualmente excelentes, estão distribuídos por cinco regiões vitivinícolas. Um do Douro, um outro da Beira Interior, um da Bairrada, outro do Tejo, antigo Ribatejo, e finalmente o último do Algarve!

Aqui estão, apresentados de modo totalmente aleatório!

 

mil_reis_garrafa

1- Mil Reis, Herdade da Maroteira, 100% Syrah, Alentejo, 2013

 

dorinda_garrafa

2- Dona Dorinda, Quinta Nossa Sra. da Conceição, 100% Syrah, Alentejo, 2012

 

monte_cruz_reserva_garrafa

3- Monte Cruz, Herdade Monte do Outeiro, Reserva, 100% Syrah, Alentejo, 2009

 

scala_coeli_garrafa

4- Scala Coeli, Adega da Cartuxa, 100% Syrah, Alentejo, 2010

 

brett_garrafa_2

5- Brett Edition, Herdade do Arrepiado Velho, 100% Syrah, Alentejo, 2007

 

romaneira_garrafa

6- Quinta da Romaneira, 100% Syrah, Douro, 2011

 

caldeirinha_garrafa

7- QC, 100% Syrah, Quinta da Caldeirinha, Beira Interior, 2009

 

valdoeiro_garrafa

8- Quinta do Valdoeiro,100% Syrah, Bairrada, 2010

 

lagoalva_garrafa

9- Quinta da Lagoalva de Cima, 100% Syrah, Tejo, 2010

 

frances_2_garrafa

10- Quinta do Francês, Quinta do Francês Patrick Agostini, Lda. 100% Syrah, Algarve, 2011

 

É preciso ter bem presente que esta lista é provisória. Pode ser revista em qualquer altura, como é natural, e se isso acontecer só pode significar que terão aparecido novos Syrah verdadeiramente fantásticos. Isso será bom para nós, em primeiro lugar e também para os consumidores!

Só assim podemos amplamente entender a frase do sábio Eurípedes:
“Onde o Syrah falta não há lugar para o amor!”


 

Os melhores de 2015 segundo o Blogue do Syrah!

medalhas_final

Pela primeira vez aqui no Blogue do Syrah, decidimos escolher os melhores Syrah lançados em Portugal durante um ano, começando neste caso por 2015.

Atribuímos, assim, medalhas de Ouro, Prata e Bronze, e ainda uma medalha especial ao que considerámos ser o melhor Syrah quanto à relação qualidade preço.

Este painel de premiados nasceu da nossa escolha subjectiva, como teria de ser, e teve lugar num ano particularmente rico de novidades e que tornou a escolha ainda mais aliciante. O universo Syrahniano vai aumentando regularmente, para nosso, e vosso, regozijo, quase sempre com enorme qualidade, tornando esta nossa aventura um deleite quase permanente. E sem querermos, temos assim representado no pódio o país de norte a sul, Douro, Alentejo e Algarve, com passagem pelo centro lisboeta.

Vamos então aos nossos ‘Óscares‘.

 

Medalha de Ouro: MIL RÉIS

Estes marotos da Maroteira já antes, liderados por Philip Mollet, com o Cem Réis, nos tinham brindado com um Syrah de eleição que deixou marca por onde quer que tenha passado. Por isso a fasquia estava alta, mas eles sabiam o terreno que pisavam, é o Alentejo e a sua magia. Cem réis são cem réis, mas mil réis são dez vezes mais, ou seja, quando foi anunciado este novíssimo Syrah logo se imaginou que vinha aí algo de grande. E assim foi. Lançado com pompa e circunstância no Campo Pequeno, Mercado de Pequenos Produtores, imediatamente descobrimos um néctar que mais uma vez não ia passar despercebido. Foi nota 20 sem hesitar, profundo, denso, exuberante, são palavras que nos saltam do paladar. Foi uma crónica de vitória anunciada. Veneramos quem assim sabe de seu fazer!

 

Medalha de Prata : QUINTA DO FRANCÊS

A seguir colocámos, logo por baixo, um algarvio néctar, igualmente um vinte sem tirar nem pôr, igualmente sob a batuta de um estrangeiro atraído pelo encanto de terras meridionais, Patrick Agostini, que aqui conseguiu repetir a façanha de nota máxima do ano anterior. Néctar luminoso, cheio, imenso, que deixa aquela marca que não se esquece e pede uma repetição sempre com expectativa de novas descobertas. Dissemos e repetimos: é um Syrah imprescindível!

 

Medalha de Bronze: CRASTO SUPERIOR

Em terceiro lugar, chegamos a terras agora setentrionais, território de história e tradição, o nosso ditoso Douro. Mesmo não sendo Syrah a 100%, a marca 19 foi unânime em incluir tudo o que ali jaz de excelência e requinte. A nossa casta de eleição não deixou os seus créditos por mãos alheias, mesmo em terras onde não seria de prever tamanha grandeza. Cativante, aveludado, estruturado, é o que se nos ocorre quando nele pensamos, algo de superior. Está neste nosso pódio com todo o brio!

 

Melhor relação Qualidade-Preço: QUINTA DO GRADIL

Por último, decidimos atribuir uma medalha segundo o critério de relação qualidade-preço, ou seja, excelente classificação a preço convidativo, é ter muito por pouco. Eis pois este Quinta do Gradil, da região de Lisboa, expressivo, elegante e harmonioso, presente sempre que quisermos um Syrah de qualidade acima da média para uso diário!

 

Julguem de vossa justiça, provem, degustem, apreciem, opinem, e venham aqui dizer se estão de acordo ou não com esta escolha, e parabéns aos vencedores!


 

 

Mapa de localização dos Syrah Portugueses

carta_syrahs

O Blogue do Syrah apresenta um documento inédito em Portugal.

De uma forma esquemática, utilizando as cartas oficiais com a localização das regiões vinícolas do País, colocámos uma indicação aproximada, mas o mais rigorosa possível, de todos os Syrah que existem em Portugal, ou pelo menos, daqueles de que temos conhecimento, 142 até agora. Acreditamos que ainda possa haver mais e, se tal acontecer, aqui estaremos para actualizar a informação.

Fica bem visível, portanto, a distribuição geográfica da nossa bebida preferida. A maior concentração acontece nas regiões de Lisboa, Tejo, Setúbal e Alentejo.
Proporcionalmente ao tamanho, é na região de Lisboa que há maior densidade de produtores.

Esperamos que muitos mais Syrah venham a aparecer.
Que novas safras tomem o lugar das que se vão esgotando.
Que produtores que já fizeram Syrah o voltem a fazer!

 

Como dizia Rabelais, “O Syrah é o que há de mais civilizado no mundo!”, logo, esta carta foi a nossa contribuição para a história da civilização portuguesa.


 

Em grande na Grande Prova Mediterrânica

IMG_4503

É sempre com enorme prazer que nos deslocamos a estes acontecimentos para sentirmos o pulsar dos que com paixão e entrega fazem o néctar de Baco, por nós tão apreciado.

IMG_4507

Mais ainda porque, como não nos cansamos de repetir, as amostras presentes nos chegam da região portuguesa, Alentejo, com mais e melhor Syrah de Portugal, diríamos mesmo sem qualquer pudor, e do mundo. Um dia vamos tirar isso a limpo!

IMG_4506

Falámos com produtores que já conhecíamos, fizemos novos contactos, insistimos na nossa predilecção junto dos mais renitentes, recolhemos opiniões e ideias, provámos do bom e do melhor, para nosso imenso deleite.

A organização estava perfeita e está de parabéns, todos os produtores devidamente identificados em igualdade de circunstâncias, gostámos da ideia de colocar imagens de qualidade para caracterizar com ritmo os diversos expositores presentes.

Terras D'Ervideira, foi por onde começámos o périplo. Simpatia e saber!
Terras D’Ervideira, foi por onde começámos o périplo. Simpatia e saber!
IMG_4533
Com José Rodrigues, Vinha das Virtudes, que nos presenteou generosamente com uma garrafa do novíssimo e premiado Humanitas Reserva Syrah… calorosamente agradecemos!
Malhadinha Nova, pedindo mais...
Malhadinha Nova, pedindo mais…
Classe, distinção e sabedoria. Margarida Cabaço... está tudo dito!
Classe, distinção e sabedoria. Margarida Cabaço… está tudo dito!
Comenda Grande, falando com quem sabe fazer um grande Syrah! Comenda
Comenda Grande, falando com quem sabe fazer um grande Syrah!
Dona Dorinda, chegando ainda mais acima na escala dos superlativos... e que enorme felicidade conhecer quem sabe fazer tal arte!
Dona Dorinda, chegando ainda mais acima na escala dos superlativos… e que enorme felicidade conhecer quem sabe de tal arte!
IMG_4577
Eis a grande novidade, tão ansiosamente aguardada, já nas nossas mãos: o Mil Reis!!!
IMG_4574
Falando e justificando o valor e um preço de Mil Reis… aceitámos, não temos mais remédio!
Os génios por detrás de um dos nossos favoritos: Brett Edition Syrah!!!
Os génios por detrás de um dos nossos favoritos: Brett Edition Syrah!!!
Cortes de Cima... e fica tudo dito!
Cortes de Cima… que mais se pode dizer?!
IMG_4561_2
E com uma generosa oferta, que muito agradecemos, nos despedimos com amizade até ao próximo programa, dizemos, Syrah!

 

 

Prova Cega de Syrah, Sábado, 3 de Outubro, 15:00, Garrafeira Estado D’Alma, Lisboa

É com desmesurada alegria e incontido entusiasmo que estamos hoje aqui a comunicar esta iniciativa do grupo Facebook Cegos por Provas!

cegos

Uma prova cega exclusivamente de Syrah, que, obviamente, conta com todo o nosso apoio, e que desde já agradecemos na pessoa do seu mentor, Carlos Ramos. Igualmente a contribuir para a festa, com todo o seu saber e paladar apurado, está a vasta comunidade, liderada por Jorge Cipriano, Clube de Vinhos Portugueses. Vai ser memorável.

portugal

Nas palavras dos próprios: “Temos o prazer de anunciar mais uma “Cegada” que, achamos, será marcante. Desta feita iremos a Lisboa, à Garrafeira Estado D’Alma, pôr à prova a casta Syrah. Estarão 20 produtores presentes que nos levarão alguns dos melhores Syrah nacionais. Todas as regiões que têm produtores a vinificar esta casta como monovarietal estarão representadas.”

Sobretudo estamos curiosos de saber como cumprem os nossos Syrah preferidos, ou seja, saber da unanimidade à volta das nossas classificações que rondam os máximos, ou vice-versa.

Vai de ser de sumo, ou melhor, de Syrah interesse!